Indústria cultural e mistificação das massas

  • Joseman Aurélio Fernandes

Resumo

O presente trabalho visa a analisar elementos conceituais presentes nos estudos do filósofo Theodor W. Adorno, referentes à mistificação das massas através da indústria cultural, bem como seus reflexos de conteúdo político e normativo que visem à construção do ideal de comportamento a ser seguido e imposto, como elemento essencial de dominação na sociedade ocidental.

##submission.authorBiography##

Joseman Aurélio Fernandes

Professor de Filosofia do Direito na UNIFIL.

Procurador da Fazenda Nacional.

Especialista em Filosofia Politica e Jurídica pela UEL.

Publicado
2018-09-28
Como Citar
FERNANDES, Joseman Aurélio. Indústria cultural e mistificação das massas. Revista Jurídica da UniFil, [S.l.], v. 2, n. 2, p. 90-101, set. 2018. ISSN 2674-7251. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/rev-juridica/article/view/558>. Acesso em: 17 ago. 2022.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##