O sujeito da psicanálise

um novo conceito?

  • Magali Magali Silvia Scabora de Lacerda
  • Mariana Goedert Gimenes Centro Universitário Filadélfia (UniFil)
  • Sandra Cardoso Machado Teixeira Centro Universitário Filadélfia (UniFil)
  • Zeila Cristina Facci Torezan Centro Universitário Filadélfia (UniFil)

Resumo

Este artigo discute as transformações do sujeito na contemporaneidade em substituição àquele nascido com a Psicanálise no século XX, verificando se realmente podemos falar de uma mudança conceitual. Entendemos que os conceitos de Freud nos revelam o sujeito, objeto de suas investigações, e que se faz necessário olhar, cuidadosamente, para o contexto social de onde emerge esse homem.

Biografia do Autor

Magali Magali Silvia Scabora de Lacerda

Graduada em Pedagogia pela UEM e acadêmica em Psicologia pela UniFil - magascabora@gmail.com

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmica do curso de Psicologia pela UniFil – mari2g@hotmail.com

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmica do curso de Psicologia pela UniFil – sat@sercomtel.com.br

##submission.authorWithAffiliation##

Docente de Psicologia na UniFil. Doutora em Psicologia pela UFSC.

Publicado
2018-07-31
Como Citar
DE LACERDA, Magali Magali Silvia Scabora et al. O sujeito da psicanálise. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 27, n. 52, p. 81-88, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/245>. Acesso em: 04 mar. 2021.
Seção
Artigos