Gossipol e ácidos graxos ciclopropenóides: até onde afetam a saúde animal?

  • Barbara de Moraes Lourenço
  • João Fernando Ferreira Sucupira
  • Natália Botazzari
  • Amanda de Freitas Pena
  • Suelen Tulio de Córdova Gobetti

Resumo

Os problemas provocados pelo uso de subprodutos derivados do algodão são atribuídos ao gossipol e aos ácidos graxos ciclopropenóides. Os ácidos graxos ciclopropenóides são encontrados no óleo contido nas sementes, causando diminuição da fertilidade em touros, já o gossipol, pode ser toxico para suínos e aves. A planta do algodão produz um pigmento tóxico, um aldeído polifenólico (gossipol), que é considerado um terpeno incomum, sendo tóxico ao animal quando está na forma livre, predominante no caroço, pois o ferro forma complexos com o gossipol e estes complexos não são absorvidos pelo organismo, mas dificilmente existem sementes que contenham somente gossipol ou um simples derivado. Os ácidos graxos ciclopropenos também influenciam o desempenho dos animais por alterar o metabolismo de lipídios e a integridade da membrana celular, porém não são tóxicos para ruminantes.

Biografia do Autor

Barbara de Moraes Lourenço

Acadêmica do Curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Filadélfia. Email: barbara_mlourenco@hotmail.com (*) autora para correspondência

João Fernando Ferreira Sucupira

Acadêmico do Curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Filadélfia. 

Natália Botazzari

Acadêmica do Curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Filadélfia.

Amanda de Freitas Pena

Médica Veterinária, Mestre e Docente do Curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Filadélfia.

Suelen Tulio de Córdova Gobetti

Médica Veterinária, Doutora e Coordenadora do Curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Filadélfia. 

Publicado
2019-03-19
Como Citar
LOURENÇO, Barbara de Moraes et al. Gossipol e ácidos graxos ciclopropenóides: até onde afetam a saúde animal?. Ciência Veterinária UniFil, [S.l.], v. 1, n. 3, p. 109-120, mar. 2019. ISSN 2595-7791. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/revista-vet/article/view/989>. Acesso em: 02 jul. 2020.
Seção
Artigos