O planejamento estratégico na ações em saúde e no trabalho do enfermeiro do programa de saúde da família

  • Maria José de Melo Prado Centro Universitário Filadélfia- (UniFil)

Resumo

O atual sistema de saúde do Brasil tem como marco teórico a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, que instituiu o Sistema Unico de Saúde — SUS, segundo o qual a saúde é direito de todo cidadão e dever do Estado. O SUS propõe uma mudança na forma de entender o processo saúde-doença das populações, integrando açóes de prevenção e promoção na prática dos profissionais de saúde e tomando os serviços acessíveis a todos os cidadãos. A principa estratégia do SUS para essa paradigmática é 0 Programa de Saúde da Fam(lia, cujo eixo são equipes multiprofissionais (Equipes de Saúde da Familia — ESF), que trabalhem com área adstrita e conheçam de perto a realidade da sua população, para poder planejar ações de saúde compatíveis com suas necessidades. Essas equipes se concentram nas Unidades Básicas de Saúde — UBS, instituição que na quase absoluta maioria das vezes é administrada por um enfermeiro, embora o possa ser por outros profissionais. Ao enfermeiro cabe a tarefa de gerenciar a UBS e. muitas vezes. também comandar a ESF Entretanto, esse profissional não tem uma formação sólida em Administraçao, e desenvolve essa habilidade pela experimentação empirica, por erros e acertos. Sendo o Planejamento Estratégico um recurso bastante utilizado pela Administração para gerir instituições, com objetivo de melhorar seu desempenho, nossa intenção é verifiKur a possibilidade da sua utilização pelo enfermeiro do PSF. para acrescentar valores na sua prática profissional e contribuir para a formação da identidade do enfermeiro como profissional competente e imprescindível para a solidificação do SOS como um sistema funcional e equânime. Esse trabalho constitui-se um estudo de caso, em que a realidade percebida é analisada á luz das teorias utilizadas para explicá-la. Ao final, concluímos que o Planejamento Estratégico. pela sua conceituação, não pode ser aplicado à realidade de uma UBS, mas pode oferecer suporte para proposição e implementação de ações que busquem melhorias na prática do profissional que atua nesse contexto.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Graduada em Enfermagem pela Universidade de Londrina. Especialista em Administração Hospitalar pela mesma instituição Especialista em Saúde Coletiva e em Enfermagern Obstétrica pelo Centro Universitário Filadélfia — Unia. Enfermeira de PSF na Autarquia Municoal de Apucarana - PR

Publicado
2018-09-06
Como Citar
PRADO, Maria José de Melo. O planejamento estratégico na ações em saúde e no trabalho do enfermeiro do programa de saúde da família. Revista Eletrônica Ciências Empresarias, [S.l.], v. 2, n. 4, p. 33-62, set. 2018. ISSN 1983-0599. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/revista-empresrial/article/view/447>. Acesso em: 08 fev. 2023.
Seção
Artigos