A religião e o estado laico: implicações históricas, culturais e constitucionais

  • Alessandra da Silva

Resumo

A religião cumpre importante influência na construção de valores na formação das características da nação brasileira, razão pela qual, ainda, se mantém alguns costumes religiosos, o que não fere o Estado laico. Nesse contexto, Estado laico é aquele que não possui nenhum vínculo com alguma religião. Contudo, será apresentado a presença da religião no constitucionalismo brasileiro, bem como os direitos fundamentais ligados à religião dispostos na Magna Carta, premiando os valores culturais e históricos.

##submission.authorBiography##

Alessandra da Silva

Professora da UniFil EaD, Mestra em Direito Negocial pela UEL – Universidade Estadual de Londrina.
Especialista em Direito Constitucional e Direito Ambiental e Sustentabilidade pelo IDCC – Instituto de Direito
Constitucional e Cidadania. Especialista em Teologia Bíblica pela PUC/PR – Pontifícia Universidade Católica.
Graduada em Direito pela PUC/PR – Pontifícia Universidade Católica. E-mail:
alessandra_chicareli@hotmail.com

Publicado
2019-08-06
Como Citar
SILVA, Alessandra da. A religião e o estado laico: implicações históricas, culturais e constitucionais. Revista Eletrônica de Direito, [S.l.], v. 1, n. 2, p. 9-19, ago. 2019. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/direito/article/view/1123>. Acesso em: 26 out. 2020.
Seção
Artigos