Cultura política e cultura política brasileira

  • Agnaldo Kupper Universidade Estadual Paulista

Resumo

Falamos e fazemos política o tempo todo. Política é uma dimensão alojada no ser humano. A partir da terceira geração dos Annales, o conceito de Cultura Política ganhou novas dimensões. Levando em consideração este novo posicionamento e que a identidade um povo pode ser pesquisada por meio de vários aspectos (étnicos, saberes coletivos, identidades e posturas políticas), como dimensionar a Cultura Política brasileira, ou seja, de um povo dividido em pátrias, concentrador de poder em pessoas, frequentemente descumpridor das leis como condição de sobrevivência e que não viu suas construções teóricas nascidas do costume? Como conseguir identificar as fragilidades de uma democracia em construção? E qual seria o papel do historiador neste processo? As propostas dos Annales de como lidar com a Cultura Política já estaria estabelecida entre os historiadores brasileiros? Eis alguns pontos que serão discutidos neste trabalho. Algumas respostas, algumas incitações e muitas incertezas.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Doutorando História Universidade Estadual Paulista, campus de Assis; mestre pela Universidade Estadual Paulista; professor; escritor

Publicado
2018-06-18
Como Citar
KUPPER, Agnaldo. Cultura política e cultura política brasileira. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 33, n. 65, p. 71-84, jun. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/93>. Acesso em: 12 ago. 2022.
Seção
Artigos