Direitos sociais: conquistas ou retrocesso?

  • Letícia Scramin Batista Universidade Norte do Paraná

Resumo

O presente artigo visa apresentar uma análise crítica acerca dos direitos sociais, com base em sua trajetória histórica trazendo aspectos relevantes desde seu surgimento até o contexto neoliberal, em 1990, marcado pela redução significativa de conquistas obtidas através de lutas sociais, no campo social. Para construção deste trabalho foi utilizada como metodologia a revisão bibliográfica. Os resultados obtidos evidenciam que apesar do avanço alcançado através da implantação das políticas sociais com a Constituição Federal de 1988, gerando ampliação no campo dos direito sociais, ainda há muito a ser alcançado nesta área. PALAVRAS- CHAVES: Direitos, Políticas Sociais, Neoliberalismo.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Assistente Social na Prefeitura Municipal de Cambé. Possui Pós Graduação, nível de especialização em Gestão Social: Políticas Públicas, Redes e Defesa de Direitos, pela Universidade Norte do Paraná (Unopar) (2015), atualmente está cursando Especialização em Gestão de Programas e Projetos Sociais, pela Universidade Candido Mendes (UCAM), término em 2017. E-mail: leticiascramin@gmail.com

Publicado
2018-06-18
Como Citar
BATISTA, Letícia Scramin. Direitos sociais: conquistas ou retrocesso?. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 32, n. 63, p. 81-90, jun. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/64>. Acesso em: 12 ago. 2022.
Seção
Artigos