Alta dosagem de Trichoderma harzianum em tomateiro influencia negativamente a produção de mudas e produção

  • Elliton Paulino de Souza Centro Universitário Filadélfia (UniFil)
  • Higo Forlan Amaral Centro Universitário Filadélfia (UniFil)
  • José dos Santos Neto Centro Universitário Filadélfia (UniFil)
  • Maria Paula Nunes Universidade Estadual de Londrina - UEL

Resumo

O objetivo do trabalho foi avaliar a influência de alta dosagem de Trichoderma harzianum em tomateiro. Para o ensaio de inoculação e produção de mudas, utilizouse o delineamento inteiramente casualizado (DIC) com sete tratamentos, sendo diferentes tempos de inoculação do fungo com intervalos de dois dias. Para cada quilograma de substrato no vaso, utilizou-se a dosagem de 10 mL do produto Trichodermil 1306®, que foram diluídos em um litro de água e assim pulverizados e homogeneizados no substrato. Para as avaliações, coletaram-se oito plantas aleatoriamente de cada tratamento do total de 24 plantas. Avaliou-se a taxa de emergência, altura das plântulas, tempo emissão da quarta folha verdadeira, área foliar, massa fresca da parte aérea, massa fresca da raíz, comprimento de raiz, volume radicular, massa seca da parte aérea, massa seca da raiz, massa seca total e porcentagem de raiz. Para o ensaio de desenvolvimento à campo, oito plantas de cada tratamento foram transplantadas utilizando-se o delineamento em blocos casualizados (DBC), onde analisou-se o número de folhas, altura de plantas, o diâmetro do caule, floração, altura do primeiro racemo e número de frutos. As análises estatísticas foram realizadas seguindo a ANOVA e teste de Scott-Knott em 5%. Para os tratamentos inoculados, de modo geral, não houve diferenças estatísticas em relação ao tempo de inoculação nos substratos. Os resultados mais expressivos foram o atraso na emergência e desenvolvimento das plântulas, sendo que os tratamentos com o fungo apresentaram médias menores que a testemunha. Também houve menores índices de desenvolvimento e produção no campo. Dessa forma, conclui-se que o T. harzianum na dosagem utilizada influenciou negativamente o desenvolvimento das mudas de tomateiro em todos os tempos de inoculação e considerável atraso para transplantio, assim como, o fungo também apresentou diminuição nas variáveis fitotécnicas a campo.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Discente do Curso de Graduação em Agronomia. Centro Universitário Filadélfia, Londrina – Pr.

##submission.authorWithAffiliation##

Docente, Dr., Curso de Graduação em Agronomia. Centro Universitário Filadélfia. Londrina – Pr. Email:
higo.amara@unifil.br

##submission.authorWithAffiliation##

Docente, Me., Curso de Graduação em Agronomia. Centro Universitário Filadélfia. Londrina – Pr.

##submission.authorWithAffiliation##

Docente, Drª, curso de graduação em Agronomia. Universidade Estadual de Londrina (UEL),
Londrina, Pr.

Publicado
2018-09-17
Como Citar
DE SOUZA, Elliton Paulino et al. Alta dosagem de Trichoderma harzianum em tomateiro influencia negativamente a produção de mudas e produção. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 34, n. esp., p. 20-36, set. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/524>. Acesso em: 29 out. 2020.
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##