Utilização de matriz de impactos como ferramenta de análise em Estudos de Impacto de Vizinhança

Edifício Residencial em Porto Rico – PR

  • Carolina Buzzo Bechelli Centro Universitário Filadélfia (UniFil)

Resumo

Em vista da obrigatoriedade do desenvolvimento de Estudos de Impacto de Vizinhança - EIV indicada pelo Estatuto da Cidade, o presente trabalho teve por objetivo aplicar no município de Porto Rico – PR, a matriz de impactos de Lollo (2005), uma sistemática desenvolvida para tais estudos. Esta, por sua vez, tem o diferencial de avaliar os impactos esperados nas diferentes fases de implantação do empreendimento: planejamento, construção e operação. Para exemplificação no preenchimento de tal matriz, o empreendimento escolhido foi uma torre residencial de doze andares.. Tal empreendimento se destacará no meio urbano tanto pelo pioneirismo em ser o único edifício da região, quanto pela localização em Área de Proteção Ambiental (APA) e da Área de Preservação Permanente (APP). A aplicação da matriz permitiu a visualização dos impactos que serão causados de acordo com cada fase de implantação do empreendimento e os componentes ambientais afetados em cada caso. Além de classificar os impactos foram sugeridas medidas mitigadoras em uma estrutura de fácil leitura.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Arquiteta e Urbanista graduada pela Universidade Estadual de Londrina, especialista em Planejamento, Gestão e Auditoria Ambiental pelo Centro Universitário Filadélfia e mestranda em Geografia pela Universidade Estadual de Londrina. Atua como docente da disciplina de Planejamento Urbano e Regional no curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Filadélfia. carolbechelli@gmail.com

Publicado
2018-07-31
Como Citar
BECHELLI, Carolina Buzzo. Utilização de matriz de impactos como ferramenta de análise em Estudos de Impacto de Vizinhança. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 27, n. 52, p. 153-162, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/252>. Acesso em: 04 mar. 2021.
Seção
Artigos