Poder, alienação e controle

uma revisão embasada na teoria da burocracia de max weber, através da concepção de bruno maggi e alberto guerreiro ramos

  • Flávio Augusto Cella de-Oliveira Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Lívia Maria dos Santos Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Luciano Munck Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Resumo

Um dos sociólogos mais importante da história foi Max Weber, que influenciou diversos cientistas das áreas sociais. A burocracia foi um dos grandes estudos desenvolvidos por ele, tendo inspirado diversos sociólogos voltados para a área organizacional, em diferentes tempos. O presente trabalho, analisou a influência de Weber nas obras de Alberto Guerreiro Ramos e Bruno Maggi, com objetivo de identificar as semelhanças nestas obras. É um trabalho bibliográfico, o qual, para a análise dos resultados, contextualizou a burocracia nos estudos desenvolvidos, tanto por Ramos (1983), quanto por Maggi (2006), analisando fatos como poder, controle e alienação, e em vista dos diferentes tempos em que se desenvolveram este estudos, observou-se a contemporaneidade do tema burocracia, e a alta semelhança dos estudos dos dois autores, Maggi e Ramos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrando do Programa de Pós Graduação em Administração da Universidade Estadual de Londrina. E-mail: flaviocella@yahoo.com.br.

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Administração da Universidade Estadual de Londrina. E-mail: liviams45@hotmail.com.

##submission.authorWithAffiliation##

Doutor em Administração pela Universidade de São Paulo. Professor da Universidade Estadual de Londrina e Pontifícia Universidade Católica do Paraná. E-mail: munck@uel.br.

Publicado
2018-07-31
Como Citar
DE-OLIVEIRA, Flávio Augusto Cella; DOS SANTOS, Lívia Maria; MUNCK, Luciano. Poder, alienação e controle. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 27, n. 52, p. 111-120, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/248>. Acesso em: 04 mar. 2021.
Seção
Artigos