Futebol e anarquismo

uma peleja desigual

  • Agnaldo Kupper

Resumo

A reconstrução da história brasileira passa pela compreensão das lutas políticas entre grupos subalternos, sobretudo os elementos característicos da cultura mental que presidiram as lutas operárias e os dirigentes trabalhistas, explosão e perda do vigor do anarquismo e o avanço do futebol como prática social, esportiva e, sabe-se lá, política.

##submission.authorBiography##

Agnaldo Kupper

Professor de ensino superior e de pós-graduação; historiador; autor de livros didáticos e paradidáticos

Publicado
2018-07-31
Como Citar
KUPPER, Agnaldo. Futebol e anarquismo. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 27, n. 52, p. 89-96, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/246>. Acesso em: 04 mar. 2021.
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>