Prontuário eletrônico na sistematização da assistência de enfermagem

  • Roberto Tavares Faculdades Luiz Meneghel (FALM)
  • Regina Fukuda
  • Damares T. Biazin

Resumo

A maioria dos hospitais tem enfrentado sérios problemas com a interpretação, manuseio e arquivo dos prontuários dos clientes aos quais prestam serviços. O uso da Tecnologia no atendimento à saúde está mudando esta realidade, com o advento dos softwares de gestão hospitalar e prontuário eletrônico. Alguns hospitais estão se preparando para melhorar os processos de captura, armazenamento, manuseio e transmissão de informações. Para se prestar uma assistência de qualidade e eficaz se faz necessário a implantação da Assistência Sistematizada de Enfermagem, estando esta diretamente relacionada com a organização e troca de informações. O prontuário eletrônico vem como uma proposta de agilizar o atendimento tornando viável a sistematização e assim melhorar o trabalho da equipe que é o cuidar. O presente trabalho é uma revisão literária que visa conhecer toda a estrutura legal e funcional do prontuário eletrônico, os processos da sistematização da assistência de enfermagem, as tecnologias em andamento e as utilizadas pelos hospitais.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Enfermeiro Supervisor do Hospital São Lucas de Bandeirantes. Especialista em Administração Hospitalar e Auditoria em Sistemas de Saúde.

Regina Fukuda

Professora Mestranda, Enfermeira, Docente do Curso de Enfermagem – UENP – Campus Luiz Meneghel, Especialista em Saúde Pública.

Damares T. Biazin

Professora Doutora, Enfermeira, Docente do Curso de Especialização em Auditoria em Saúde. Orientadora da Monografia

Publicado
2018-07-31
Como Citar
TAVARES, Roberto; FUKUDA, Regina; BIAZIN, Damares T.. Prontuário eletrônico na sistematização da assistência de enfermagem. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 27, n. 53, p. 77-86, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/231>. Acesso em: 24 fev. 2021.
Seção
Artigos