Avaliação de resultados de acompanhamentos psicológicos distintos na cirurgia bariátrica

  • Andréia Giraldi Fonseca Centro Universitário Filadélfia (UniFil)
  • Marina Cardoso Queiroz Centro Universitário Filadélfia (UniFil)
  • Rafaela Mayumi Nishikawa Centro Universitário Filadélfia (UniFil)
  • Roberta Augusta Martins Caetano Centro Universitário Filadélfia (UniFil)
  • Renata Moreira da Silva Centro Universitário Filadélfia (UniFil)

Resumo

Obesidade é uma doença caracterizada pelo excesso de peso, ocasionado por um grande acúmulo de gordura corporal. A cirurgia foi considerada como único tratamento efetivo para pacientes que já apresentaram insucesso com o tratamento clínico prévio. Esta pesquisa se justifica pela necessidade de um estudo sobre o papel dos psicólogos junto à equipe multidisciplinar e os efeitos de um acompanhamento psicológico correto durante todo o processo cirúrgico, pois se trata de uma doença que vem aumentando significativamente em vários países. Tem como objetivo verificar a existência ou ausência de diferença nos resultados da cirurgia bariátrica entre pacientes que passaram por um acompanhamento psicológico durante toda a fase do tratamento e aqueles que realizaram apenas uma única avaliação psicológica. Consideram-se como hipóteses: 1) O tratamento psicológico pode favorecer a tomada de consciência sobre os hábitos inadequados adotados durante a vida do paciente que contribuíram para a ocorrência da obesidade, possibilitando o desenvolvimento de hábitos saudáveis nessa nova etapa de vida fazendo com que o resultado da cirurgia seja mais eficaz; 2) Pacientes que não têm acesso a um acompanhamento psicológico adequado ficam mais vulneráveis aos riscos provenientes da rotina a que estavam acostumados, tendo maior probabilidade de retomar o peso anterior à cirurgia ou desenvolver adições. Esta pesquisa foi realizada com 12 sujeitos que se submeteram a cirurgia bariátrica a pelo menos um ano e no máximo cinco anos. A entrevista foi realizada e gravada na casa dos participantes e continha nove questões abordando todas as etapas do procedimento. Percebe-se com os resultados, no que se refere à importância do atendimento psicológico para esclarecimento do processo e das mudanças que ocorreram principalmente no pós-cirúrgico, que seria o processo de aceitação do novo corpo e dos novos hábitos e estilo de vida. Entretanto, esta pesquisa não teve resultados conclusivos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Discente do 2º ano de psicologia no Centro Universitário Filadélfia – UniFil. E-mail: deiagiraldi@hotmail.com

##submission.authorWithAffiliation##

Discente do 2º ano de psicologia no Centro Universitário Filadélfia – UniFil. E-mail: macqueiroz@hotmail.com

##submission.authorWithAffiliation##

Discente do 2º ano de psicologia no Centro Universitário Filadélfia – UniFil. E-mail: rafaela.nishikawa@hotmail.com

##submission.authorWithAffiliation##

Discente do 2º ano de psicologia no Centro Universitário Filadélfia – UniFil. E-mail: roo_martins@hotmail.com

##submission.authorWithAffiliation##

Docente orientadora do Estágio em Pesquisa do Centro Universitário Filadélfia – UniFil. Mestre em Análise do Comportamento pela Universidade Estadual de Londrina – UEL. E-mail: renata_moreira01@hotmail.com

Publicado
2018-07-18
Como Citar
FONSECA, Andréia Giraldi et al. Avaliação de resultados de acompanhamentos psicológicos distintos na cirurgia bariátrica. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 28, n. 55, p. 85-92, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/202>. Acesso em: 24 fev. 2021.
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##