Psicologia e autismo

aspectos teóricos e práticos

  • Rodrigo Dal Ben de Souza
  • João Juliani

Resumo

O tratamento psicológico com pessoas diagnosticadas dentro do Transtorno Autista tem sido um desafio para a Psicologia. Várias são as propostas de intervenção, fundamentadas em diversas abordagens psicológicas. Em face dessa diversidade, o presente texto aborda a intervenção baseada na Análise do Comportamento para o transtorno, conhecida como “método ABA (Applied Behavior Analysis)”. Tem como objetivo apresentar as características médicas do Transtorno e o modelo proposto pela Análise do Comportamento para a intervenção. O diagnóstico médico parte de déficits em três áreas do desenvolvimento: interação social, comunicação e repertório restrito de atividades e interesses. Desde 1949, com a primeira aplicação dos princípios básicos da Análise do Comportamento a um ser humano, estudos sistemáticos e contínuos vêm mostrando a eficiência e potencial de intervenções da área denominada Análise do Comportamento Aplicada. Os procedimentos de ensino sem erros, tentativas discretas e aproximações sucessivas são característicos dessa área. Diversos centros, especializados em intervenções com indivíduos com desenvolvimento atípico, se fundamentam nos princípios da Análise do Comportamento Aplicada. O diagnóstico médico aliado à intervenção analítica comportamental podem se constituir em ferramentas essenciais para enfrentar os desafios impostos pelo Transtorno.

Biografia do Autor

Rodrigo Dal Ben de Souza

Graduando do 4º Ano de Psicologia no Centro Universitário Filadélfia e Graduando do 4º Ano de Direito na Universidade Estadual de Londrina. E-mail: rodrigosouza_14@hotmail.com;

João Juliani

Professor Doutor no Departamento de Psicologia do Centro Universitário Filadélfia e Coordenador do curso de Psicologia da PUC-PR campus Londrina

Publicado
2018-07-18
Como Citar
DE SOUZA, Rodrigo Dal Ben; JULIANI, João. Psicologia e autismo. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 29, n. 56, p. 139-152, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/194>. Acesso em: 08 fev. 2023.
Seção
Artigos