Qualidade fisiológica de sementes de feijão (phaseolus vulgaris l.) Com abortamento de vagens

  • Jean Patrick Gasparin Faculdade Assis Gurgacz – FAG
  • Manoela Andrade Monteiro Faculdade Assis Gurgacz – FAG
  • Nicanor Pilarski Henkemeier Faculdade Assis Gurgacz – FAG
  • Esmael Lopes dos Santos Faculdade Assis Gurgacz – FAG

Resumo

A disponibilidade de nutrientes influencia a formação do embrião e dos cotilédones com resultados eficazes sobre o vigor e a qualidade fisiológica, desta forma, o objetivo do trabalho foi avaliar qualidade fisiológica de sementes de feijão (Phaseolus vulgaris L.) com abortamento artificial de vagens em duas cultivares. O trabalho foi conduzido no campo experimental da Fazenda Escola da Faculdade Assis Gurgacz (FAG), em Cascavel, PR, na safra 2011/2012. Os cinco tratamentos foram e determinados conforme a porcentagem de vagens retiradas (VR) em: (T1 - testemunha, T2 - 20% de VR, T3 - 40% de VR, T4 - 60% de VR e T5 - 80% de VR), e, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. As vagens foram retiradas manualmente com corte do pedúnculo por tesoura, no estádio R2 das duas cultivares de feijão (IPR Tiziu e Jalo-EEP 558). Para avaliação do potencial fisiológico, foram realizados os testes descritos a seguir. A avaliação do potencial fisiológico das sementes foi determinada pelo teste de germinação com as avaliações efetuadas aos cinco dias após a instalação do teste. Após o teste de germinação foi medido o comprimento de hipocótilo e de raízes de 10 plântulas por repetição de cada tratamento, e, após determinado à matéria seca das mesmas. Quando houve o abortamento das vagens houve maior qualidade das sementes, expressado na maior germinação e maior vigor pelo comprimento de hipocótilo e de raiz e matéria seca das plântulas. As cultivares estudadas também apresentaram diferenças entre elas na germinação sendo que a de maior porcentagem IPR Tiziu apresentou menor comprimento de hipocótilo e de raiz e matéria seca das plântulas em relação a cultivar Jalo-EEP 558.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmicos do Curso de Agronomia da Faculdade Assis Gurgacz – FAG. Avenida das Torres, 500, CEP: 85.806-095 - Cascavel, PR, Brasil.

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmicos do Curso de Agronomia da Faculdade Assis Gurgacz – FAG. Avenida das Torres, 500, CEP: 85.806-095 - Cascavel, PR, Brasil

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmicos do Curso de Agronomia da Faculdade Assis Gurgacz – FAG. Avenida das Torres, 500, CEP: 85.806-095 - Cascavel, PR, Brasil

##submission.authorWithAffiliation##

Docente da disciplina de Produção, Tecnologia e Armazenamento de Sementes – Curso de Agronomia da Faculdade Assis Gurgacz – FAG. Avenida das Torres, 500, CEP: 85.806-095 - Cascavel, PR, Brasil – elsantos@fag.edu.br

Publicado
2018-07-18
Como Citar
GASPARIN, Jean Patrick et al. Qualidade fisiológica de sementes de feijão (phaseolus vulgaris l.) Com abortamento de vagens. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 29, n. 57, p. 69-76, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/176>. Acesso em: 07 ago. 2020.
Seção
Artigos