Levantamento da arborização das avenidas Brasil e São paulo do município de itaúna do sul-pr

  • Tatiane Alves de Moura Faculdade Estadual de Educação
  • Giseli Correia dos Santos Gimenes Faculdade Estadual de Educação
  • Marilene Mieko Yamamoto Pires Faculdade Estadual de Educação

Resumo

A arborização urbana é uma atividade realizada para a melhoria do espaço físico e biológico das cidades, o bom planejamento na implantação das espécies auxilia na redução da poluição visual e ambiental proporcionando melhores condições de vida. O objetivo desse estudo foi analisar a situação em que se encontram as espécies vegetais implantadas nas Avenidas Brasil e São Paulo no município de Itaúna do Sul. Foram identificados 302 indivíduos, nativos e exóticos de 17 espécies diferentes: Licania tomentosa (oiti) com 40,73% do total, seguida por Caesalpinia pluviosa (sibipiruna), com 39,40%, Pachira aquatica (monguba) com 9,93%, Tibouchina granulosa (quaresmeira) com 1,65%, Schinopsis brasiliensis (braúna) com 1,32%, Ceiba speciosa (paineira-rosa) com 1,32%, Schinus molle (salsa) com 1,32%, seguida por duas arbóreas exóticas que são: Fícus benjamina (figueira benjamina) com 0,99%, Terminalia catappa (castanhola) com 0,66%, Chloroleucon tortum (tataré) e Clitoria fairchildiana (sombreiro) ambas nativas com 0,33%, Delonix regia (flamboyant), Bauhinia variegata (pata de vaca), Grevillea robusta (grevilha), Punica granatum (romã) e Mangifera indica (mangueira) espécies exóticas, com 0,33% cada. Observou-se que 67,22% das espécies não apresentaram nenhum tipo de fiação adjacente e 32,68% apresentaram conflitos com a fiação de rede elétrica. 62,59% não apresentaram problemas com o afloramento das raízes. A poda leve ocorreu em 14,25% das espécies, poda pesada em 37,41%, e 48,34% não apresentou nenhum tipo de poda. De acordo com a condição fitossanitária, 57,61% dos indivíduos foram categorizados no nível bom, 34,76% razoável e 7,63% ruim. Os resultados demonstraram que a arborização dessas avenidas apresentou grande diversidade de espécies arbóreas e que o planejamento inadequado na exposição das mesmas, interfere negativamente no ambiente urbano.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmica do Curso de Ciências-Licenciatura Plena. Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí. Pesquisadora do PIC/UNESPAR-FAFIPA. E-mail: tatiane_alves18@hotmail.com.

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmica do Curso de Ciências-Licenciatura Plena. Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí. Pesquisadora do PIC/UNESPAR-FAFIPA. E-mail: giseligimenes@hotmail.com

##submission.authorWithAffiliation##

Professora Adjunto do Colegiado de Ciências e Ciências Biológicas. Faculdade Estadual de Educação, Ciências e Letras de Paranavaí. Orientadora do PIC/FAFIPA. E-mail: mmypires@hotmail.com.

Publicado
2018-07-18
Como Citar
DE MOURA, Tatiane Alves; GIMENES, Giseli Correia dos Santos; PIRES, Marilene Mieko Yamamoto. Levantamento da arborização das avenidas Brasil e São paulo do município de itaúna do sul-pr. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 29, n. 57, p. 59-68, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/175>. Acesso em: 07 ago. 2020.
Seção
Artigos