Vírus da leucemia felina: revisão

  • Suzane Aparecida Alves Centro Universitário Filadélfia - UniFil
  • Kássia Amariz Pires Menolli

Resumo

O vírus da leucemia felina acomete os gatos em todas as partes do mundo, este vírus (FeLV) é de fácil transmissão durante o contato íntimo entre animais sadios e infectados, uma vez que sua principal fonte contaminante é a saliva, podendo ser inoculado no animal sadios através de lambeduras, mordias, etc. Assim que é infectado o animal felídeo pode desenvolver uma série de sinais clínicos, geralmente inespecíficos como anorexia, perda de peso, apatia ou em caso mais específico desenvolver uma leucemia, uma vez que causa imunossupressão o animal fica mais propício a desenvolver infecções secundárias. Deve-se frisar a grande importância de um diagnóstico correto afim de iniciar o tratamento propiciando uma melhor qualidade de vida ao animal. Sendo uma doença de grande importância clínica, o objetivo do presente trabalho é ressaltar aspectos principais como fatores de risco de exposição, diagnóstico e tratamento.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmico (a) do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Filadélfia - UniFil Londrina, Paraná, Brasil. *e-mail: ap.alves@edu.unifil.br

Kássia Amariz Pires Menolli

Médica Veterinária, Docente de Medicina Veterinária do Centro Universitário Filadélfia - UniFil, Londrina, Paraná, Brasil

Publicado
2021-06-08
Como Citar
ALVES, Suzane Aparecida; MENOLLI, Kássia Amariz Pires. Vírus da leucemia felina: revisão. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 37, n. 72, p. 34-40, jun. 2021. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/1707>. Acesso em: 17 ago. 2022.
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##