Épocas de semeadura e sua influência sobre a flutuação de percevejos na soja

  • Mateus junior rodrigues sangiovo Universidade Federal de Santa Maria, Campus de Frederico Westphalen.
  • Claudir José Basso Universidade Federal de Santa Maria, Campus de Frederico Westphalen.

Resumo

O sucesso sobre o aumento da produtividade de grãos das culturas comerciais em especial a cultura da soja, referem-se diante práticas de manejo que minimizam estresses as plantas no decorrer de seu desenvolvimento. Neste contexto a época de semeadura é fator chave, principalmente por possibilitar um melhor posicionamento a cultura diante fatores bióticos e abióticos as plantas. Dentre os fatores bióticos, de grande importância destacam-se os percevejos, que de maneira em geral são os insetos-pragas de maior importância a nível nacional para a soja, justo por causarem danos significativos e irreversíveis a cultura. Assim objetivou-se identificar as espécies de maior ocorrência dentro de cada estádio reprodutivo da soja e o porcentual de percevejos nas diferentes épocas de semeadura. O estudo foi realizado durante a safra 2019/2020 na área experimental do Departamento de Ciências Agronômicas e Ambientais da Universidade Federal de Santa Maria, Campus de Frederico Westphalen – RS. Para as condições deste estudo, as espécies de percevejos de maior ocorrência foram, Dichelops melacanthus, Euschistos heros e Piezodorus guildinii, onde os estádios reprodutivos (R5.3, R5.5 e R6) coincidem em maiores flutuações populacionais de percevejos e existe uma alta pressão de percevejos na soja semeada precocemente em setembro e outubro nesta região.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmico do curso de Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria, Campus de Frederico Westphalen. Bolsista pelo Grupo de Pesquisa em Plantas de Lavoura. Endereço: R. Sete de Setembro, s/n, Frederico Westphalen - RS, Brasil 98400-000. *E-mail: mateus.sangiovo03@gmail.com

##submission.authorWithAffiliation##

Engº Agrº Dr. Prof. Adjunto do curso de Agronomia, Departamento de Ciências Agronômicas e Ambientais da Universidade Federal de Santa Maria, Campus de Frederico Westphalen. Coordenador do Grupo de Pesquisa em Plantas de Lavoura. Endereço: R. Sete de Setembro, s/n, Frederico Westphalen - RS, Brasil 98400-000. E-mail: claudirbasso@gmail.com 

Publicado
2021-06-08
Como Citar
SANGIOVO, Mateus junior rodrigues; BASSO, Claudir José. Épocas de semeadura e sua influência sobre a flutuação de percevejos na soja. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 37, n. 72, p. 11-17, jun. 2021. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/1469>. Acesso em: 17 ago. 2022.
Seção
Artigos