Cooperar – carbono zero

  • Rafael Jefferson Borges Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Resumo

O Plano de Negócios Cooperar – Carbono Zero é uma rede de sustentabilidade entre as indústrias citrícolas, pecuaristas e frigoríficos brasileiros, através da ideologia cooperativista, que atende ao Protocolo de Quioto, a RAS - Rede de Agricultura Sustentável e ao Fundo Nacional do Clima, a promover baixa emissão de carbono na indústria e na propriedade rural/pecuária, a levar produtos saudáveis e não poluentes em seu processo de fabricação, monitorados do pasto à mesa do consumidor. Na primeira fase do projeto foi analisado o plano estratégico e de marketing do empreendimento, onde além da fundamentação teórica do trabalho, foram estudados temas pertinentes ao empreendedorismo. Na segunda fase, está composta pelo estudo do plano financeiro, além da realização do plano organizacional da rede. Os resultados obtidos com a realização dos estudos na primeira fase do projeto comprova a viabilidade mercadológica perante as necessidades climáticas, aderência de países desenvolvidos ao Protocolo de Quioto e consumidores de carne cada dia mais conscientes, e na segunda fase, confirma-se a viabilidade financeira, pois há disponibilidade de recursos financeiros, tem pouca concorrência no mercado brasileiro para captação desses recursos, e também, a baixa produção nacional de projetos voltados ao sequestro de carbono.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Especialista em Gestão Empresarial pela ISAE/FGV; Graduado em Administração pela Universidade Estadual de Londrina (UEL); rajebo@gmail.com.

Publicado
2018-07-17
Como Citar
BORGES, Rafael Jefferson. Cooperar – carbono zero. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 31, n. 60, p. 83-98, jul. 2018. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/134>. Acesso em: 15 abr. 2024.
Seção
Artigos