Patrimônio arquitetônico londrinense: os barracões da família Sahão

  • Isabela Cruciol
  • Juliana Harumi Suzuki

Resumo

O presente artigo é parte de um trabalho desenvolvido no Curso de Arquitetura e Urbanismo da UniFil acerca da reciclagem dos antigos galpões pertencentes à Família Sahão, visando a transformação do local em um Centro Cultural do Café para a cidade de Londrina. Por se tratarem de edificações de grande valor histórico em decorrência da época de sua construção – o auge da cultura cafeeira no Norte Paranaense – enfatiza-se a importância da preservação desses edifícios. A seguir, é apresentado um breve histórico sobre o surgimento de Londrina, a vinda do pioneiro Salim Sahão para o Brasil e, finalmente, a descrição das edificações, suas principais características e situação atual.

Biografia do Autor

Isabela Cruciol

Arquiteta e urbanista. Graduada em 2002 pelo Centro Universitário Filadélfia - UniFil. E-mail: isacruciol@hotmail.com 

Juliana Harumi Suzuki

Docente do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UniFil. Mestre em Estruturas Ambientais Urbanas pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). E-mail: harada@sercomtel.com.br

Publicado
2020-04-02
Como Citar
CRUCIOL, Isabela; SUZUKI, Juliana Harumi. Patrimônio arquitetônico londrinense: os barracões da família Sahão. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 20, n. 38, p. 124-137, abr. 2020. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/1333>. Acesso em: 04 jul. 2020.
Seção
Artigos