Isolamento de mutantes asporogênicos de Bacillus thuringiensis subsp. thuringiensis

  • Laurival Antonio Vilas-Bôas
  • Veridiana Torrezan. P. Braz
  • Gislayne Fernandes. L. T. Vilas-Bôas
  • Olívia Marcia. N. Arantes

Resumo

Foram isolados 13 mutantes asporogênicos cristalíferos de Bacillus thuringiensis subsp. thuringiensis 407 após tratamento com o agente mutagênico etil-metano-sulfonado e quatro mutantes pela irradiação com luz Ultra-Violeta. Todos os mutantes obtidos foram considerados como verdadeiros asporogênicos, pois suas células não resistiram ao tratamento de calor. Os cristais de todos os mutantes foram analisados por microscopia óptica e apresentaram forma típica daqueles formados pela linhagem selvagem. Dois dos 17 mutantes foram considerados relativamente estáveis e, portanto, o uso destes mutantes asporogênicos para a produção de um bioinseticida sem esporos é sugerido.

Biografia do Autor

Laurival Antonio Vilas-Bôas

Doutor em genética e melhoramento, Professor do Departamento de Biologia Geral – Instituto de Biologia – Universidade Federal da Bahia.

Veridiana Torrezan. P. Braz

Bióloga pela Universidade Estadual de Londrina.

Gislayne Fernandes. L. T. Vilas-Bôas

Doutora em Microbiologia.

Olívia Marcia. N. Arantes

Doutora em genética, docentes do Departamento de Biologia Geral (CCB), Universidade Estadual de Londrina (UEL). Autor Correspondente: O.M.N. ARANTES, Departamento de Biologia Geral (CCB), Universidade Estadual de Londrina (UEL), Campus Universitário, Caixa Postal 6001, CEP: 86051-990, Londrina, PR. Fone: (43) 3371-4417. Fax: (43) 33714191. E-mail: orantes@uel.br

Publicado
2020-03-26
Como Citar
VILAS-BÔAS, Laurival Antonio et al. Isolamento de mutantes asporogênicos de Bacillus thuringiensis subsp. thuringiensis. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 22, n. 43, p. 107-113, mar. 2020. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/1243>. Acesso em: 24 out. 2021.
Seção
Artigos