Prevalência de alterações posturais da coluna vertebral em crianças de uma instituição social na cidade de Londrina – PR

  • Helenice Cristina Frugeri
  • Fabíola Dinardi Doretto Borges

Resumo

Introdução: A postura correta é aquela considerada capaz de manter-se por certo período de tempo utilizando o mínimo esforço, buscando o equilíbrio. Porém, quando esse equilíbrio não é alcançado, pode-se desenvolver deformidades posturais. Objetivo: Avaliar a prevalência de alterações posturais da coluna vertebral em crianças de 7 a 12 anos de uma instituição social na cidade de Londrina – PR. Métodos: O estudo tem caráter exploratório descritivo, sendo realizado na instituição Meprovi Pequeninos, em Londrina - PR. A amostra se caracteriza como não probabilística, por conveniência e intencional, e foi composta por 27 crianças que frequentam a instituição no período vespertino, de ambos os sexos, com idade entre 7 e 12 anos. Para compor os dados do estudo, utilizamos uma ficha de identificação do participante, contendo dados pessoais e antropométricos e uma ficha de avaliação postural estruturada contendo os segmentos corporais observados. As avaliações foram previamente agendadas, de acordo com a disponibilidade dos participantes, sendo realizadas de forma individual e por um único avaliador. A análise estatística foi do tipo descritiva, e os dados foram tabulados no programa Excel. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética da UniFil, e os responsáveis pelas crianças realizaram a assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido. Resultados: A presença de alterações da coluna vertebral foi semelhante nos dois grupos entre gêneros, sendo que, no teste de Adams para avaliação da escoliose houve uma prevalência maior para o teste positivo em meninos. Discussão: Pode-se identificar que existe uma alta prevalência de alterações posturais da coluna vertebral nas crianças estudadas, corroborando com os achados da literatura sobre o tema. Conclusão: A partir dos achados deste estudo, pode-se concluir que, existe uma alta prevalência de desvios posturais nestes indivíduos, sendo a escoliose a alteração mais encontrada. Se fazem necessários novos estudos observando outros aspectos que podem estar associados a este fator, bem como as diversas formas de prevenção e tratamento.

Biografia do Autor

Helenice Cristina Frugeri

Estudante de Fisioterapia, Centro Universitário Filadéfia- UniFil, Londrina, PR, Brasil

Fabíola Dinardi Doretto Borges

Fisioterapeuta, Docente, Centro Universitário Filadéfia- UniFil, Londrina, PR, Brasil

Publicado
2019-10-18
Como Citar
FRUGERI, Helenice Cristina; BORGES, Fabíola Dinardi Doretto. Prevalência de alterações posturais da coluna vertebral em crianças de uma instituição social na cidade de Londrina – PR. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 35, n. 69, p. 99-109, out. 2019. ISSN 2596-2809. Disponível em: <http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/article/view/1175>. Acesso em: 24 fev. 2021.
Seção
Artigos